terça-feira, 26 de julho de 2016

 
Leitores (as), saudades e gratidão...por hoje, deixo um poema que expressa a alma pessoalmente humana e loucamente amando uma alma real, porém tudo é platônico.  Confuso, talvez, mas quando a alma gêmea passa é como raios de sol que desaparecem no horizonte, resta a poesia, os sonhos e toda a "sanidade louca", da mente e do coração. Que permanecem imaginando o toque, o carinho, a energia de dois corações batendo em nome do amor.

PARA VOCÊ

Ao acordar meu coração e minha mente anseiam sentir o teu calor,
Voltar no tempo entregar a chave, marcar a hora, e nas madrugadas
Ser o tudo, nada temer...minha alma gêmea, tão bela e gentil! Divino.

O encontro de busca de carinho, doçura e apenas alguém para ouvi-lo,
Foi magia e uma energia espiritual tão intensa, que o abraço e o beijo
representaram um momento angelical, senti sua alma e minha alma
unidas, e fazer amor a mais completa das entregas, minha alma estava
com você nada havia para temer, foi mágico e divino, sonho cada dia,
toda noite, com a mesma cena, o perfume, a entrega da essência.

Minha alma gêmea que em meio a magia da madrugada e das
palavras sussurradas, a chave ficou...e você como os raios de 
sol desapareceu no horizonte da realidade, mas vive na minha
vida, no meu pequeno mundo secreto, no meu coração, até
o fim e nas cinzas, minha alma sempre amará você. AMO VOCÊ.

Rosicler Fátima Tomaz Pereira Schäfer 

Nenhum comentário:

Postar um comentário