quinta-feira, 20 de outubro de 2016

POESIA: AMAR para o dia do poeta e da poetisa





Amar adquire durante as nossas vivências e despedidas, pontos de afirmação fundamentais, como não há em que se falar em perda de liberdade, pois o amor não é estar preso e sim livre dos fantasmas interiores.






Amar não é ter medo, quem ama cuida, o espaço
de um é de dois e todos que correspondem na 
mesma sintonia, o que destoar não vinga no
jardim de quem comunga nas águas do amor.

Amar não é solidão, a magia de duas almas
gêmeas partilham no diálogo e no respeito
as suas diferenças, cada gesto e olhar é um
soar de carinho de dizer com o coração e
mente: como posso existir sem tem beijo,
sem teu calor, sem o nosso fazer amor e
sem o real e mágico pacto de gratidão e
ternura do ontem, do hoje,do amanhã e do
nosso encontro eterno nos jardins da magia.

Rosicler Fátima Tomaz Pereira Schäfer


Nenhum comentário:

Postar um comentário