quinta-feira, 4 de agosto de 2016

O tempo...um anjo

     Saudações leitores (as), com gratidão repasso algumas ideias e reflexões que talvez faça parte de seus momentos de introspecção, entre uma espera na fila para conseguir um emprego, uma consulta médica, uma vaga na escola ou renegociando sua dívida no Banco, enfim encarando o cotidiano. 


     Falando em cotidiano, é notório que o tempo passa e os resultados, logicamente que nossa consciência dele, olhamos em nosso espelho interior e somos o resultado das somas das gerações que passaram, das nossas decisões tomadas. Também, por óbvio o dia-a-dia não deixa de registrar erros ou acertos, e assim na caminhada e com o amadurecimento como pessoas, enfrentando e fazendo uso do livre arbítrio formamos a nossa couraça externa e na maioria da vezes o verdadeiro "EU" encontra-se preso, sufocado e só.


     Nesse tempo vida, um fragmento de passagem pela Terra que temos a oportunidade de desbloquear o "EU" escondido para com o livre arbítrio assumir os acertos e erros, caminhar amparados na certeza que cada pessoa tem a sua caminhada, o seu sonho e o seu livre escolher, mas que cada um de nós tem em comum o mesmo tempo que passará e nos momentos de introspecção, a cada um demonstrará o quanto é importante: rir por nada, dançar qualquer coisa mesmo que sozinho (a), chorar quando achar que é preciso, rezar conversando, falar sozinho (a) - é bom demais!!!, cantar desafinado (a). E lógico fazer o papel de cidadão trabalhar, pagar impostos e sempre ansiar por um Estado eficiente e que não seja corrupto, mas garantidor dos direitos fundamentais. 

     E uma das coisas mais importantes, sempre tem um anjo na nossa caminhada, na nossa vida...o tempo sempre nos mostra, como é divino o dia após dia, e saber que hoje você pode dizer: Nada é tão bom como estar em gratidão com vocês....Mil beijos!

     Dedico ao meu anjo: Beto Hachmann

     Rosicler Fátima Tomaz Pereira Schäfer   


Nenhum comentário:

Postar um comentário