terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Planos de Enganos

Planos de Enganos















Planos e sonhos,
castelos de enganos.
Você não se entregou
ao amor, apenas se acomodou.


Faltou a certeza,
prova de amor, ternura,
poesia e paixão.
Planos e sonhos,
castelos de enganos.
Você se esqueceu do sonho,
e como tudo na vida segue.
Movimentos de ação e reação,
assim é o amor quando é
só castelos de enganos.

Amor olhe para os lados, onde esqueceu
os planos e sonhos as diretrizes e
sementes, que precisam ser regadas
todos os dias?
Regadas com romance e entrega,
dependia de nós, sua indiferença foi a
água que faltou para nutrir o amor.
E como tudo na vida segue...
Nosso amor no tempo ficou.

Rosicler Fátima Tomaz Pereira Schäfer


Nenhum comentário:

Postar um comentário