quinta-feira, 27 de agosto de 2015


Sempre é importante parar a corrida diária e dedicar instantes, que são preciosos e capazes de evitar tristezas desnecessárias.
Por isso, hoje leitores do blog deixo um tempo para meditarmos, sobre a preciosidade da antiga Benção Celta.

Antiga Oração Celta    


Que Deus dê para cada tempestade, um arco íris
Para cada lágrima, um sorriso
Para cada gesto de ternura, uma promessa



E uma benção em cada momento difícil.
Que tenhamos sempre um amigo fiel
para dividir os nossos problemas.
E que cada oração seja sempre escutada e respondida.

Que o caminho venha ao teu encontro.
Que o vento sopre manso às tuas costas.
Que o sol brilhe leve em teu rosto.
E a chuva caia suave sobre teus campos.
Lembra sempre de esquecer as coisas que te entristeceram,
Porém lembre-se daquelas que te alegraram.
Lembra sempre de esquecer os amigos que se revelaram falsos,
Porém lembre também daqueles que permaneceram fiéis.
Que os amigos reunidos debaixo do teu teto nunca partam.
Que teus vizinhos te respeitem, os problemas te abandonem,
Que teus bolsos estejam pesados e teu coração leve.
Que a boa sorte te persiga, e a cada dia e
Em cada noite tenha muros contra o vento,
Um teto para a chuva, bebidas junto ao fogo,
Risadas que consolem aqueles a quem amas,
E que teu coração se preencha com tudo o que desejas.
Que o dia mais triste de teu futuro
Seja melhor  que o dia mais feliz de teu passado.
E até que voltemos a nos encontrar,
Que Deus te sustente suavemente na palma de
sua mão.
E não aperte muito seus dedos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário