segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

SOBRE A INDIGNIDADE DE "ALGUNS INTERNAUTAS" -I

Leitores....

     O nome do blog: Cultura do Século XXI, sugere uma evolução iniciada com a própria condição de homo sapiens sapiens. Porém, é na metade do século XX, com a plena capacidade de conhecimento na área científica, com o financiamento e interesse das grandes Nações. Destacando-se os Estados Unidos e a então, União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, países pseudamente vencedores da Segunda Guerra Mundial, vivendo e torturando a humanidade inteira, com a histórica Guerra Fria, que as tecnologias são estimuladas.
    É nessa breve contextualidade que os avanços tecnológicos, passam a servir aos Estados como espiões para a manutenção de seus poderes, - sim um Estado de vigia, de medo, de ameça de uma Terceira Guerra Mundial-, cujos malefícios seriam totalmente globais, e talvez o fim da Terra.
    Mas às opções humanistas, e destacam-se àquelas que perceberam que não é só a guerra que proporciona lucro, - a PAZ- gera riquezas, grandes Estados Nações mudaram repentinamente os seus pensares e o discurso passou a ser de sustentabilidade, de paz universal, combate às injustiças, entre tantos outros. Importantes, vitais, mas que escondem por muitos governos segundas intenções.
    É nesse sentido que as tecnologias nos anos 1990, passam a ser parte do cotidiano da vida dos indivíduos globalmente, as decisões de paz, de invasão de países que não cumprem normas humanitárias estabelecidas na Declaração Universal de Direitos Humanos, que utilizam-se de trabalho escravo, de exploração sexual, de trabalho infantil, tráfico de pessoas e de órgãos, que enfim desrespeitam as regras mínimas de uma sociedade conectada online, - a Tecnologia -, permite a obtenção das informações, a divulgação das mesmas, a separação "do joio do trigo", enfim é um meio de acessar o conhecimento e partilhar o mesmo. Também, não pode-se ser ingênuos e acreditar que todos que as mídias sociais divulgam serem os "lobos maus" na verdade sejam, na maioria das vezes, a regra do jogo esconde os verdadeiros "predadores".
    As redes sociais são um meio de partilhar conhecimento, informações que necessitam ser analisadas e filtradas. São fonte de amizades e inclusive de AMOR, e nesse sentido antecipa-se o tema que dará continuidade a próxima etapa deste breve artigo. Ressaltando, que, assim como Estados Nações fazem uso dúbio, nas redes sociais, existem um grande número de indivíduos que ainda, não perceberam que a palavra dita em uma rede social tem efeitos. Estar conectado em redes sociais é estar no mundo global, onde as palavras ditas podem gerar ao "outro" perdas e danos.
Até a próxima etapa, que a semana dê o devido sentido a palavra: paz e AMOR...


Rosicler Fátima Tomaz Pereira Schäfer

Nenhum comentário:

Postar um comentário